Apesar da crise provocada pelo novo coronavírus, investimentos em data center crescerão 6% ao ano, superando US$200 bilhões nos próximos cinco anos.

Não é novidade que a pandemia do novo coronavírus (COVID-19) impactou a economia de pequenas e médias empresas dos mais diversos setores. 

Diante da crise, foi preciso poupar gastos e restringir investimentos em muitas áreas, como varejo físico, lazer e turismo.

Por outro lado, para dar continuidade aos negócios diante do novo “normal” do atendimento ao cliente, companhias viram-se obrigadas a anteciparem suas jornadas de transformação digital e investirem em equipamentos de data center.

Apesar da pandemia, mercado de data center deverá crescer 6% ao ano

Dados revelam que, apesar da propagação global do COVID-19, a demanda por equipamentos de data center este ano crescerá cerca de 6% ao ano. O valor equivale a pouco mais de US$200 bilhões nos próximos cinco anos. 

O investimento em centros de processamento de dados pode ser explicado devido ao aumento do trabalho remoto (home office ou teletrabalho) durante o período de isolamento social. Estudos indicam que 43% das companhias brasileiras adotaram o modelo de trabalho remoto devido ao novo vírus e que o novo sistema de trabalho foi aprovado por 80% dos gestores de todo o país.

Porém, no início da pandemia, pesquisas concluíram que cerca de 40% das empresas brasileiras ainda não possuíam uma política de cibersegurança definida.

As mudanças na rotina da população, por sua vez, exigiram que cada vez mais empresas migrassem para o digital e investissem em soluções de cibersegurança e data center de modo a garantir a segurança da informação de dados internos e de clientes. 

Esse último, torna-se ainda mais necessário diante da nova Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), prevista para entrar em vigor em maio de 2021.

Nuvem é tendência para os próximos anos, segundo especialistas

Especialistas afirmam que as medidas para acelerar a migração para o digital e prevenir ataques cibernéticos incluem inserir dados, cargas de trabalho e aplicativos em nuvem

Liderando a transformação digital de 2020 e apontada como tendência para os próximos anos, a nuvem garante não apenas um serviço seguro e eficaz, com também um atendimento personalizado, integrado e com custo reduzido. 

A solução em nuvem é responsável por mais de 60% do investimento em data center e continuará a crescer quando comparada às instalações pelas corporações. É o que aponta um recente relatório realizado pela consultoria Dell’Oro Group

Segundo o relatório, data centers com armazenamento de dados em nuvem pública possuem infraestrutura flexível baseada no consumo. 

Desse modo, o investimento nessa solução inteligente apresenta-se como uma excelente opção de solução de data center para empresas que buscam economizar capital. Além disso, pode auxiliar a atender às crescentes demandas por trabalho remoto e ensino a distância.

DNK oferece as melhores soluções em nuvem

Alinhada às tendências, a DNK oferece as melhores soluções para call centers e contact center com armazenamento em nuvem. 

Parceira de renomadas empresas como Collab e MyCena, a DNK oferece soluções inovadoras, personalizáveis e intuitivas com máxima segurança na proteção de dados, garantindo qualidade e excelência no atendimento ao cliente.

A DNK conta com tecnologias de última geração, funcionalidades inovadoras e profissionais com grande experiência no setor.